Avenida Nossa Senhora do Sabará, 4029 - Cidade Ademar, São Paulo/SP

LINHA DO TEMPO

A história da Associação Congregação de Santa Catarina na região de Santo Amaro/Cidade Ademar é antiga. Em 1998 iniciamos uma parceria com o Governo do Estado de São Paulo para implantação de Unidades de Saúde com o Programa de Saúde da Família – Qualis (PSF – Qualis), uma novidade na época para a cidade e para a organização da Saúde Pública.

Em 2000 iniciamos com 2 Unidades de Saúde nesse Programa, introduzindo ações inovadoras de Cuidado em Saúde, e não ações meramente curativas. Em 2002 houve a Municipalização da Saúde, com a incorporação para o Município das Unidades Qualis e mudança do nome somente para PSF.

Com o advento da Política Nacional da Atenção Básica (PNAB) em 2006, houve a mudança do nome PSF para Estratégia de Saúde da Família (ESF), que perdura até hoje.

Ano a ano fomos aumentando o número de Unidades de Saúde, até que em 2008 celebrou-se a assinatura do Contrato de Gestão dos Serviços de Saúde, passando a gestão das Unidades para as Organizações Sociais. Com isso, aumentamos o leque de serviços e introduzimos a gestão de Unidades Básicas de Saúde Tradicionais, CAPS, AMA, etc.

Em 2009 houve uma importante expansão, tanto na região de Santo Amaro/Cidade Ademar como na região de Capela do Socorro, Grajaú e Parelheiros através da assinatura de novos Contratos de Gestão. Essa expansão das atividades da OS – Santa Catarina perdurou até 2015, quando essa última região passou para a gestão de outra Organização Social, mantendo nossos esforços na região que trabalhamos desde o início de nossas ações.

Ao final desse mesmo ano, celebramos a assinatura de um novo Contrato de Gestão, em substituição ao anterior, com novos desafios e novas Unidades de Saúde, sempre na Rede Assistencial da Supervisão Técnica de Saúde de Santo Amaro/Cidade Ademar. Hoje contamos com 33 Unidades de Saúde (de variados modelos assistenciais) e mais 11 Serviços de Saúde associados a essas Unidades, prestando assistência de qualidade e gratuita 100% SUS à população dessa região.